Siga o Portal do Holanda

Brasil

Caso Matsunaga: Elize quer provar que quando esquartejou marido ele já estava morto

Publicado

em

Por

A Justiça paulista autorizou  a exumação do corpo do empresário Marcos Matsunaga, assassindo  no mês de maio do ano passado. A decisão é do juiz Adilson Paukoski Simoni, da 5ª Vara do Júri da Capital, que atendeu a pedido  de Elize Matsunaga, mulher e ré confessa do assassinato.

Veja Também

Nova perícia perícia será feira  para determinar o momento da morte do empresário. A intenção  dos advogados de Elize  é mostrar que Matsunaga já estava morto quando foi esquartejado, o que excluiria pelo menos uma das qualificadoras do crime (assassinato cometido por meio cruel), reduzindo a eventual pena da ré.

No laudo necroscópico, o perito Jorge Pereira Oliveira afirmou que houve asfixia em razão da degola, o que aponta que Matsunaga estaria vivo quando Elize iniciou o esquartejamento.

+ Brasil

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.