Butantan apresenta pedido de uso emergencial da Coronavac à Anvisa

Por Portal do Holanda

08/01/2021 9h48 — em Brasil

Vacina já está em produção - Foto: Reprodução TV Globo

O  Instituto Butantan apresentou nesta sexta-feira (8) à Anvisa, o pedido para o uso emergencial da vacina Coronavac. A partir de agora, a reguladora terá o prazo de dez dias para analisar o pedido e emitir um posicionamento.

Por meio de nota, a Anvisa afirma que já iniciou o processo triagem e que pode pausar o processo, caso haja necessidade de pedir mais algum documento ou informação: "As primeiras 24h serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e checar se todos os documentos necessários estão disponíveis. Se houver informação importante faltando, a Anvisa pode pausar o prazo e solicitar as informações adicionais ao laboratório", diz o comunicado.

A análise do pedido será feita por uma equipe multidisciplinar que inclui vários especialistas da área. O processo de análise segue o modelo de outros países como Estados Unidos e  Canadá. A última etapa da análise será a verificação da eficácia da vacina, que o Instituto e o Butantan afirmam ser de 78% para casos leves.

Por hora, a Anvisa estuda apenas o pedido emergencial do uso da vacina e o Butantan já informou que o registro definitivo deve ser apresentado pela própria farmacêutica chinesa Sinovac. Nesse caso, o tempo de análise sobe para 60 dias. 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil