Compartilhe este texto

Ana Hickmann faz novas acusações ao marido em entrevista ao 'Domingo Espetacular'

Por Estadão Conteúdo (Agência Estado)

26/11/2023 20h02 — em
Variedades



Ana Hickmann deu sua primeira entrevista sobre a suposta agressão que sofreu do marido, Alexandre Correa, para o Domingo Espetacular. O material foi ao ar neste domingo, 26, na Record TV.

O caso remete ao dia 11 de novembro de 2023, um sábado, quando Ana Hickmann registrou um boletim de ocorrência por violência doméstica e lesão corporal contra seu marido, o empresário Alexandre Correa. Ele nega as acusações, afirmando também que a mulher estaria supostamente bêbada no momento do ocorrido, e seria "extremamente agressiva" com ele.

A entrevista de Ana Hickmann ao Domingo Espetacular

Na entrevista Ana chamou o marido de "covarde e canalha". Questionada sobre "o que de fato aconteceu", respondeu: "É difícil reviver algumas coisas, mas agora dá para falar sem chorar. Já chorei muito. Nunca pensei que fosse ter uma montanha-russa de sentimentos e emoções".

"Naquele dia 11, eu estava tendo uma conversa com meu filho na cozinha, sobre algumas mudanças que provavelmente aconteceriam na nossa vida com relação à nossa casa, coisas que ele está acostumado, a gente sempre conversou sobre tudo. Por conta dessa conversa e coisas que aconteceram antes, a briga começou, fui achincalhada pelo Alexandre. Começou com uma agressão verbal e depois acabou com o que o Brasil descobriu", disse.

Questionada se o filho presenciou a agressão, afirmou: "A hora que ele fechou a porta no meu braço, não. Mas antes disso, sim".

"Você vai me bater? Não vai ter coragem de me bater depois de tudo. Você não admitir as mentiras, eu entendo, agora, me bater? Quando falei isso, a feição dele mudou totalmente. Ele veio, sim, pra me dar uma cabeçada. Jogou o corpo e veio pra cima. Não me acertou porque eu esquivei."

‘Tinha o dom de me fazer sentir uma m***’

Ana Hickmann também afirmou ter vivido um relacionamento tóxico: "Tentei me desvencilhar da relação por algumas vezes. Mas as pessoas ao seu redor tentam te convencer de que você está errada. De que ele está só te protegendo. [...] Ele tinha o dom muito grande de me fazer me sentir uma m***."

"Eu sempre fui uma mulher muito forte. Mas, ao mesmo tempo, a única pessoa que eu dizia categoricamente que eu confiava 100% era nele. Aí acontece o que? Me aproximava... ‘Por que você não tá se cuidando? Tá gorda, vai ficar velha, ninguém quer uma Ana Hickmann velha’."

"Ele controlava minha agenda pra qualquer coisa, não só meus trabalhos, determinava dia da academia, do médico. Me azucrinava pra parte de cirurgia plástica depois que tive meu filho, que eu tinha que fazer isso", continuou.

Em outro momento, afirmou que o marido é "preconceituoso pra caramba". "Acabei me acostumando a ouvir muitas coisas, as pessoas que estavam ao nosso redor, também. Mas ano passado isso começou a ficar pior."

Problemas financeiros na empresa de Ana Hickmann

A apresentadora acredita que o marido era desonesto em relação à gestão financeira dos negócios do casal: "Comecei a me deparar com grandes mentiras. Mas ele falava que tava tudo bem."

Sobre o tamanho do prejuízo, respondeu: "Não faço a menor ideia, porque ainda não cheguei no fundo. O motivo de eu não saber é que a gente sempre dividiu isso muito bem, e eu sempre deixei claro, dentro da nossa empresa, ele era a parte administrativa e financeira, e eu, celebridade, design e marketing".

"Naquele sábado [dia da suposta agressão, 11 de novembro] olhei pra ele e falei: ‘Para de mentir para o nosso filho, pra mim, não aguento mais isso. Pelo amor de Deus. Fala a verdade!’ E foi aí que tudo aconteceu".

"Dias antes, achei coisas no escritório, ele não esperava que eu fosse chegar mais cedo. Tomei atitudes depois do que começou a sair coisas de escritórios de advocacia, dos bancos", prosseguiu Ana Hickmann.

"Saí da roça, construí isso tudo, nunca devi nada para ninguém, agora tô devendo pra banco. Não é vergonha alguma vender casa, apartamento, resolve... Só que comecei a achar mais coisas. Foi aí que ele não gostou, e foi aí que eu mexi onde ele não devia."

Sobre mais informações dos supostos prejuízos, disse: "Ainda não posso entrar em detalhes, porque a investigação está ocorrendo sobre sigilo. O que posso dizer é que na quinta-feira que antecedeu essa agressão dentro da minha casa, encontrei documentos, cheques, muita coisa que, algumas, quando olhei, não consegui identificar pra que serviam, se eram lícitas ou ilícitas. Assinaturas que tenho certeza que não são minhas. Valores que me deparei e falei: ‘Não é possível’".

Ana Hickmann também destacou que os problemas com Alexandre Correa não eram recentes: "No dia 1º de janeiro desse ano eu falei: ‘Chega. Não sou um objeto. Se você quiser levar como um trabalho. Marido e mulher não existe mais’. Tirei a aliança. Achei que iam perceber, mas estavam tão acostumados com aquela situação toda, que ninguém percebeu".

O que diz Alexandre Correa sobre suposta agressão a Ana Hickmann

Mais cedo neste domingo, 26, Alexandre Correa, que nega a agressão, deu uma entrevista à revista Quem na qual falou sobre o tema, mudando o tom das declarações sobre a mulher, alegando sofrer uma "verdadeira injustiça por parte da Ana", e que ela estaria bêbada no dia da discussão e teria sido "extremamente agressiva" e lhe "humilhado" em situações anteriores.

Ele também publicou um documento no Instagram que indicaria que uma funcionária teria negado a existência de agressões de sua parte contra Ana Hickmann.

"Ana, no almoço, já tinha feito a ingestão de quase uma garrafa de vinho tinto. Eu não bebo há cinco anos. Mas quem bebe sabe que ingerir uma garrafa de vinho tinto a um calor de 40 graus, normal você não fica. E a Ana, toda vez que faz ingestão de álcool, nos últimos tempos, se tornou extremamente agressiva comigo na frente de todo mundo", afirmou à Quem.

"Eu já fui, incontáveis vezes, humilhado por Ana Hickmann após ela fazer ingestão de álcool. E a ingestão de álcool causa isso", continuou.

No dia em que a suposta agressão ganhou repercussão, Alexandre Correa chegou a negar o ocorrido. Pouco depois, fez outro pronunciamento, pedindo desculpas à sua família.

"De fato, na data de ontem, tive um desentendimento com a minha esposa, situação absolutamente isolada, que não gerou maiores consequências.Gostaria de esclarecer também que jamais dei uma cabeçada nela, como inveridicamente está sendo veiculado na imprensa", disse, em 12 de novembro.

O boletim de ocorrência de Ana Hickmann

O Estadão teve acesso ao boletim de ocorrência registrado por Ana Hickmann. Segundo seu relato, por volta das 15h30, ela estaria na cozinha de sua casa com Alexandre, o filho e duas funcionárias. Ela teria dito algo ao filho que o marido não teria gostado e foi repreendida, com "ambos aumentando o tom de voz". A criança teria pedido que parassem de brigar e saído correndo assustada.

"O autor passou a pressionar a vítima contra a parede, bem como a ameaçá-la de agredi-la com uma cabeçada, ocasião em que ela conseguiu afastá-lo e, ao tentar pegar seu telefone celular, que estava em cima de uma mesa na área externa, o autor, repentinamente, fechou a porta de correr da cozinha, o que pressionou o braço esquerdo da vítima", diz o trecho seguinte do documento policial.

Ana, então, teria conseguido trancá-lo para fora de casa e fez a ligação para a Polícia Militar. Correa teria deixado o local pouco depois. Hickmann buscou atendimento médico no Hospital São Camilo, onde foi constatada uma contusão em seu cotovelo esquerdo. Ainda segundo o BO, ela teve o braço imobilizado com uma tipoia.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades