Siga o Portal do Holanda

Prematuro

Bebê cai no chão ao nascer e morre após mãe ser negligenciada na maternidade Ana Braga

Publicado

em

Foto: Reprodução Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Sociedade precisa reagir à censura na internet


Manaus/AM - Um recém-nascido de 7 meses morreu após nascer no corredor, cair e bater a cabeça no chão do Hospital e Maternidade Ana Braga, na noite de sexta-feira (20).

Segundo o pai do bebê, Ledenilsom Cavalcante, 39, sua esposa Kellici de Oliveira, 29, deu entrada na maternidade por volta das 19h15, com muitas dores. Ao chegar no local, ele alega que houve negligência por parte dos profissionais de saúde.

“Minha mulher estava com muitas dores. Foi quando o médico pediu pra ela fazer uns exames, entre eles um de urina. Porém ela não estava conseguindo urinar. Na terceira tentativa ela conseguiu e eu fui levar a amostra. Quando voltei vi que ela estava tentando subir em uma maca”, disse.

Ao voltar do laboratório, Ledenilsom conta que viu a esposa se contorcendo de dor e tentando subir em um maca. Ao se aproximar para ajudar, foi impedido por um técnico de enfermagem que disse que ele não deveria ficar ali.

“Nesse momento, minha esposa que estava de pé acabou dando a luz. Foi quando eu vi meu filho caindo de cabeça no chão. Eu tentei aparar o bebê mas não conseguiu”, lamentou.

Ledenilsom alega que houve negligência por parte da maternidade e após a morte do filho, procurou o 1ª Distrito Integrado de Polícia (DIP) para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O).

“A gravidez da minha esposa era de risco. No início da gravidez ela perdeu líquido e chegou a ficar internada por 20 dias. Ela vinha sendo acompanhada aqui na Ana Braga. Eles sabiam do caso dela, mas mesmo assim, disseram que ela não estava tendo o bebê, que não era a hora. E aconteceu tudo isso”, finalizou.

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.