Herdeiro de família poderosa dos EUA pode ter sido vítima de canibalismo

Por Portal do Holanda

16/07/2021 14h08 — em Curiosidades

Arte: Liminha / Portal do Holanda


Em 1961 Michael Rockefeller, o quinto filho do então governador de Nova York e futuro vice-presidente dos EUA, Nelson Rockfeller, embarcou em uma viagem com um amigo holandês para filmar um documentário.

No percurso a embarcação que seguia para Nova Guiné, com o Michael, o amigo e mais 2 nativos naufragou em uma forte tempestade. Os nativos foram para a costa buscar ajudar, o amigo ficou a deriva enquato Michael, que se considerava um ótimo nadador seguiu para a margem.

O amigo foi resgatado por um helicoptero no dia seguinte, mas o herdeiro nunca mais foi visto.

 

MISTÉRIO

Michael Rockefeller sumiu sem deixar nenhuma pista. Várias teorias foram criadas sobre o que teria acontecido. No ano de 2014, Carl Hoffman, autor do livro 'Savage Harvest: A Tale of Cannibals, Colonialism, e Tragic Quest for Primitive Art, de Michael Rockefeller', trouxe o relato de que o jovem havia sido vítima de canibalismo. 

Após várias visitas em várias aldeias da região, ouviu diversas histórias sobre nativos matando Rockefeller depois dele ter nadado até a margem, por vingança de um incidente ocorrido em 1958, quando alguns homens da aldeia foram mortos em confronto com funcionários brancos da colônia holandesa.

No livro 'Rocky Goes West', o escritor Paul Toohey afirma que em 1979 a mãe de Rockefeller contratou um investigador particular para ir à Nova Guiné e tentar resolver o mistério do desaparecimento do filho.

Esse investigador teria trocado um motor de barco pelos crânios dos três homens, que uma tribo afirmava serem os únicos brancos que eles mataram. Ao voltar a Nova York, ele teria entregado esses crânios para a família, que nunca comentou sobre o fato.

Mas um dos mais surpreendentes relatos era o de que Rockfeller teria sobrevivido e se manteve morando com os habitantes locais, porém essa teoria também nunca foi comprovada.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Curiosidades