Manaus não terá enterros em valas comuns, afirma titular da Semulsp

Por Portal do Holanda

11/01/2021 9h01 — em Coronavírus

Recorde de enterros foi registrado no último 26 de abril, com 140 procedimentos. Foto: Alex Pazuello

Manaus/AM - O secretário Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) Sabá Reis afirmou que, mesmo diante do aumento de óbitos por Covid-19, Manaus não voltará a ter enterros em valas comuns.

"Nós vamos evitar sofrimento maior, dor das pessoas. Aqui não terá vala coletiva, ninguém será sepultado um em cima do outro", declarou Reis a uma emissora local.

A média diária de enterros na capital aumentou 80%. De acordo o secretário, o cemitério do Tarumã, considerado o maior cemitério público da capital, possui vagas em 326 estruturas verticais. A meta é construir outras 22 mil.

No pico da pandemia, entre abril e junho, caixões tiveram se ser empilhados em valas comuns no Tarumã devido ao colapso no sistema funerário.

Reis acrescentou que o crematório de Iranduba oferece quase 400 procedimentos de cremação, mas a população ainda não aderiu ao serviço.

No último sábado (9), Manaus registrou 130 sepultamentos por Covid-19, índice próximo ao recorde de 26 de abril, quando foram realizado 140 enterros.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Coronavírus