Pazuello define prazos de vacinação e não prioriza Amazonas

Por Portal do Holanda

11/01/2021 11h22 — em Coronavírus

Ministro da Saúde defendeu produção de vacinas no Brasil. Foto: Pedro Braga Jr.

Manaus/AM - Em passagem por Manaus nesta segunda-feira (11), o ministro da Saúde Eduardo Pazuello estabeleceu prazos para o início da vacinação no Brasil, mas não mencionou que o Amazonas receberá um plano diferenciado de imunização.

"A prioridade é do Brasil todo, e isso vai servir como um exemplo para o mundo. Cerca de oito grupos prioritários já estão definidos", declarou o ministro durante a apresentação do plano de contingencimento da Covid-19 no Amazonas, no Centro de Convenções Vasco Vasques, zona Centro-Oeste. "Nesse ritmo, poderemos vacinar toda a população rapidamente".

Segundo o ministro, a curto prazo, a campanha deve começar no dia 20 de janeiro; de 20 de janeiro a 10 de fevereiro no médio prazo; e, num plano mais alongado, de 20 de fevereiro a início de março

Pazuello informou que a pasta adquiriu 6 milhões de doses do Butantan e outras 2 milhões da AstraZeneca/Oxford para aplicação em janeiro. Foram encomendadas também 4 milhões de doses da vacina russa Sputnik, com entrega prevista para fevereiro.

De acordo com o ministro, a produção nacional de vacinas oferece melhores condições de atendimento à população, já que alguns imunizantes importados apresentam critérios, como prazos e custos, que dificultam a cobertura em tempo hábil.

Na apresentação, o governador Wilson Lima reafirmou o apelo para que o Ministério da Saúde atenda ao pedido de cronograma de vacinação diferenciado, dada a situação crítica do nível de ocupação de leitos e óbitos. "O que estamos enfrentando é algo inimaginável para qualquer cidadão", disse.

"A vacinação é um esperança para que possamos voltar à normalidade. Os indígenas, profissionais de saúde e idosos que vivem nas comunidades mais distantes", argumentou.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Coronavírus