Justiça nega habeas corpus e filho de desembargadora deve voltar a presídio

Por Portal do Holanda

11/07/2020 23h09 — em Brasil

Foto: Reprodução

O pedido de habeas corpus de Breno Fernando Solon Borges, filho da desembargadora afastada do órgão, Tânia Borges, foi negado, nesta sexta-feira (10), pelo juiz Lúcio da Silveira, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), que determinou o prazo de até 72 horas para que Breno se apresentasse no presídio, após ser notificado.

De acordo com o Sistema Globo, Breno havia sido beneficiado por uma decisão judicial que liberou a prisão domiciliar por causa da pandemia do novo coronavírus. O Ministério Público Estadual (MP-MS) recorreu.

Na decisão, o juiz aceitou os argumentos de que Breno não pertence ao grupo de risco e que, caso precise,  poderá ser atendido por equipe de saúde da unidade prisional.

O filho da desembargadora já foi condenado por crimes como tráfico de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil