Doria atribui colapso em Manaus à 'política caótica' do governo federal

Por Portal do Holanda

15/01/2021 15h19 — em Brasil

Governador culpou o 'negacionismo' pelo colapso em Manaus. Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (15) que o Congresso e a sociedade civil devem reagir à gestão da pandemia de Covid-19 feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Ao se referir aos mais de 205 mil brasileiros que morreram por causa da doença, o governador paulista falou em "genocídio" por parte do presidente da República.

"Li uma manifestação do presidente Jair Bolsonaro dizendo: 'Fiz tudo o que estava ao meu alcance, o problema agora é do estado do Amazonas e da Prefeitura de Manaus'. Inacreditável. Inacreditável. Em outro país isso talvez fosse classificado como genocídio. É um abandono aos brasileiros", afirmou, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

O governador atribuiu a falta de oxigênio em Manaus ao "negacionismo" e à "política caótica" do governo federal em relação à pandemia.

"Está na hora de termos uma reação a isso. Da sociedade civil, dos brasileiros, da população do Brasil, da imprensa, do Congresso Nacional de quem puder ajudar. Ou vamos assistir a isso? Ou vamos assistir a isso por meses e achar que é isso normal, que faz parte e que a ideologia do negacionismo é aceitável?", completou


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil