Siga o Portal do Holanda

Fique esperto

Especialista alerta para doenças graves que podem ser transmitidas por beijos no Carnaval

Publicado

em

Foto: Pixabay

Que o Carnaval é um dos períodos mais alegres e cheios de festejos do ano, todo mundo sabe. No entanto, o que muitos desconhecem é que, com a chegada dessas festas de rua e o aglomerado de foliões, aumentam também os números de paqueras e, consequentemente, de beijos, o que pode acarretar em diversos problemas de saúde bucal. Doenças como a mononucleose, que é uma doença silenciosa, chega a atingir 2 milhões de brasileiros por ano, segundo o Ministério da Saúde.

Embora muitos foliões aproveitem a data conscientemente, de acordo com o cirurgião dentista Paulo Mourão, do Hapvida Saúde, as doenças que podem ser transmitidas pelo beijo são, em sua maioria, infecções por vírus, bactérias e fungos, ambos passados por meio da saliva, como a gripe, mononucleose, herpes e merecem cuidados básicos. “A mononucleose é uma doença contagiosa causada pelo vírus da herpes e é conhecida como a Doença do Beijo e o sintomas são fadiga, mal estar, dor no corpo e dores de garganta, gânglios e pescoço. Seu tratamento acontece por meio do controle dos sintomas, com o uso de analgésicos e ingestão de bastante líquido”, explica.

Já a herpes, segundo Mourão, é uma doença viral que não tem cura e que se manifesta quando a imunidade do paciente se encontra baixa. Ela pode ser transmitida pelo beijo, contato direto da pele e uso compartilhado de bebedouros. Seus sintomas são lesões na pele e lábios, com pequenas bolhas avermelhadas responsáveis por causar formigamento e dor. Podem ainda estar associadas de forma isolada ou associada ao vírus HIV e o tratamento consiste no uso de pomada antiviral ou medicamento antiviral e laserterapia, prescritos por profissionais.

Com relação à candidíase, que é conhecida como o sapinho, o cirurgião dentista também acende o alerta. Ele explica que essa doença é causada por fungos do tipo Cândida, que faz parte da nossa microbiota normal e que se manifesta no corpo quando a imunidade está baixa. Os sintomas são lesões esbranquiçadas na língua criando uma crosta para formação de biofilme gerando odor. O tratamento consiste na remoção da Cândida associada ao uso de antifúngico. “Apesar de algumas patologias apresentarem sinais característicos, é necessário que a pessoa procure um profissional de saúde para diagnóstico e tratamento adequado. A saúde bucal é de extrema importância para um completo bem-estar físico, social e mental. Portanto, se não existe saúde bucal, não existe saúde geral”, reforça. 

Questionado sobre o câncer bucal, que é o câncer que se desenvolve em qualquer parte da boca, o especialista do Hapvida lembra que o mesmo não se pega por meio do beijo. “O câncer não é uma doença contagiosa. Ele acontece devido uma mutação da célula, tendo a sua principal causa o fumo e uso excessivo de álcool. Portanto, é possível curtir o Carnaval numa boa, se prevenindo e não consumindo bebidas e cigarros em excesso. Além disso, lembre-se das visitas regulares ao dentista para manutenção da saúde bucal e sempre manter um acompanhamento médico para prevenção de doenças”, finaliza.

 

*Com informações da assessoria

O grito de guerra dos professores

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

HORAH do H ENTREVISTA: MANUEL AUGUSTO PINTO CARDOSO, CIENTISTA DIGITAL

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.