Siga o Portal do Holanda

Fronteira com Tabatinga

Letícia é a cidade da Colômbia com mais casos de Covid-19 e ministro culpa o Brasil

Publicado

em

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Wilson Lima vence a batalha política


A Colômbia detectou que a cidade com maior incidência de  casos da Covid-19 no país é Letícia, na fronteira com o Brasil. O município de Tabatinga, no Estado do Amazonas, é interligado com a cidade colombiana. Essa conexão é apontada como um dos motivos para o descontrole da doença na região. 

De acordo com o ministro da Saúde da Colômbia, em entrevista para a BBC News Brasil, Fernando Ruiz, faltou diálogo e atuação integrada dos dois países para monitorar os casos do novo coronavírus na fronteira. Ele afirma que o contágio veio do Brasil, principalmente quando se vê um descontrole dos casos em Tabatinga, entre os povos indígenas e em Manaus, na capital do Amazonas. 

Fernando Ruiz disse que houve tentativas de discussão para uma solução com os ex-ministros da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, mas isso acabou sendo prejudicado com as mudanças de comando do Ministério da Saúde. 

Uma reunião entre ministros da Relações Exteriores, da Defesa e de Saúde dos dois países ocorreu no dia 15 de maio, onde se acertou um reforço militar bilateral na região. No dia posterior o general Eduardo Pazuello assumiu o comando interino do Ministério da Saúde. 

Mesmo com o acordo, o ministro da Saúde da Colômbia, acredita que o melhor teria sido em discutir o problema desde o início da preocupação com os casos de Covid-19, assim se evitaria a contaminação desenfreada em Letícia. 

Até o último domingo (31), Tabatinga tinha 899 casos de Covid-19 e 57 mortos. Fernando Ruiz acredita que Letícia tem os mesmos índices de Tabatinga. A Colômbia registrava até quarta-feira (27), 23 mil casos e 736 mortos, em Letícia haviam 55 óbitos por conta da doença, com 35% da população da cidade, que tem 48 mil habitantes, testando positivo para o novo coronavírus. 

Para à BBC News Brasil, o governo brasileiro disse que não há previsão de uma reunião com o governo colombiano sobre a crise da doença na fronteira, mas frisou que desde o início manteve diálogo com os países fronteiriços e vem adotando medidas de reforço à assistência de saúde em Tabatinga e para os povos indígenas.  




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.