Trio suspeito de envolvimento no massacre de Suzano é solto

Por Portal do Holanda

14/02/2020 12h15 — em Brasil

Geraldo de Oliveira Santos, Adeilton Suzano, e Cristiano Cardias de Souza, apontados como os responsáveis por fornecer as armas usadas para matar estudantes em Suzano, foram colocados em liberdade nessa quinta-feira (13).

A Secretaria de Segurança de São Paulo confirmou a informação e explicou que o trio conseguiu um alvará de soltura por concessão de Liberdade Provisória. De acordo com o site Uol, a polícia afirma que toda a negociação entre os autores do homicídio e os supostos fornecedores ocorreu de forma virtual, por meio de perfis fakes criados pelos assassinos.

A tragédia ocorreu no dia 13 de março de 2019, na Escola Raul Brasil e deixou um total de 10 mortos, sendo oito estudantes e os dois autores da chacina.


+ Brasil