Especialista revela fantasias sexuais mais comuns entre homens e mulheres

Por Portal do Holanda

16/11/2021 14h03 — em Saúde e Bem-estar

Foto: Reprodução/Pexels

Especialistas explicam as principais fantasias sexuais relatadas por pacientes e afirmam que o desejo de viver novas situações e fantasias sexuais é mais comum do que se pensa, pois faz parte do imaginário da maioria das pessoas, e isso não reflete problemas no relacionamento.

Carmita Abdo, coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade da Faculdade de Medicina da USP, contou ao G1 que o fetiche condiciona o ato sexual a uma situação, uma roupa, um objeto ou local específicos que potencializam a excitação. Ja as fantasias sexuais são livres e variam de acordo com os desejos do indivíduo e com a situação. "Fantasias são pensamentos e ideias, que você pode colocar em prática ou apenas imaginar", destacou.

Ela explica que é normal ter fantasias sexuais, pois fazem parte do universo da grande maioria das pessoas. A minoria que não se permite, se limita em razão da formação individual, nível cultural, social e religioso. "As fantasias podem ajudar muito em um relacionamento porque trazem um elemento novo para a relação. Pode ser lúdico, divertido e trazer um despertar para a relação", afirma.

As fantasias mais comuns envolvem uso de lingeries, vendas, amarras e chicote, além de lugares, banhos de banheira, uso de velas aromáticas, striptease ou incluir mais parceiros no ato. Conforme a pesquisa, 87% das mulheres e 95% dos homens fantasiam uma relação com múltiplos parceiros, e dois terços dos entrevistados desejam sexualmente alguém diferente do parceiro com quem se relacionam.

A sexóloga explica que isso não significa necessariamente um problema na relação. "Não significa que a pessoa quer trair o companheiro, e sim o desejo de ser conquistado e desejado", concluiu.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Saúde e Bem-estar