Siga o Portal do Holanda

Brasil

União é processada por falas machistas de Bolsonaro e ministros

Publicado

em

Foto: Reprodução / Instagram Foto: Reprodução / Instagram
Foto: Reprodução / Instagram

O Ministério Público Federal ajuizou uma ação civil publica contra a postura do presidente Jair Bolsonaro de alguns ministros no tratamento de assuntos relativos às mulheres.

De acordo com o MPF, desde o início da atual gestão, integrantes da cúpula do governo federal já proferiram uma série de declarações e atos que revelam viés preconceituoso e discriminatório contra mulheres, reforçando estigmas e estimulando a violência. Em fevereiro deste ano, por exemplo, Bolsonaro rebateu uma notícia da Folha de S. Paulo sobre possíveis irregularidades na campanha de 2018 dizendo, entre risos, que a repórter "queria dar o furo". Em abril de 2019, o presidente chegou a afirmar que "quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade", refutando a ideia de que o Brasil seria lugar para o que chamou de "turismo gay". Dois meses depois, Bolsonaro referiu-se ao país como "uma virgem que todo tarado de fora quer".

Entre outras medidas, o MPF quer que a União seja obrigada a promover campanhas de conscientização sobre os direitos das mulheres, como forma de reparação dos danos sociais e morais coletivos causados por atitudes de Bolsonaro e auxiliares. 

+ Brasil

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.