Acusados de tentativa de homicidio contra federais no Amazonas vão a júri popular

Por

22/08/2012 14h56 — em Manaus

A 2ª Vara da Justiça Federal no Amazonas realizará, na próxima semana, sessão de júri popular para julgar s Jaime Machuca Grandes, Jorge Moçambite da Silva e Silvoney Jean da Gama, acusados de tentativa de homicídio contra dois agentes e um delegado da Polícia Federal, fato ocorrido em 3 de agosto de 2008, durante uma ação policial em uma localidade conhecida por “praia da Limeira”, nas proximidades de Tabatinga.

Jaime Machuca Grandes e Jorge Moçambite da Silva já foram condenados, por outro processo, no júri popular realizado na Justiça Federal, no final do ano passado, pela morte do policial federal peruano Edgar Ferando Chang e do comerciante Máximo Cabrera Medida, também ocorrida no município de Tabatinga, em 2008. Jaime foi condenado a 23 anos e 6 meses de reclusão e Jorge Moçambite a 42 anos e 6 meses de reclusão. Os três acusados estão atualmente presos em presídios federais fora do Estado.

De acordo com informações da 2ª vara federal criminal, os trabalhos do júri popular começam às 8h de segunda-feira, dia 27, com o sorteio dos sete jurados que comporão o conselho de sentença e a oitiva das testemunhas arroladas pela acusação e defesa. Após haverá debates orais entre o Ministério Público e as defesas dos acusados. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos até o dia 30. <BR>

O júri será presidido pelo juiz federal substituto Márcio André Lopes Cavalcante.

NULL

+ Manaus