Recarga de passagens de ônibus e outros serviços do Sinetram serão afetados em Manaus; veja detalhes

Por Portal do Holanda

12/01/2022 16h45 — em Manaus

Foto: Divulgação / Sinetram

Manaus/AM- O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), informou que vai suspender serviços devido a uma atualização no Sistema de Bilhetagem Eletrônica, no período de sexta-feira (14), até segunda-feira (17).

Nesses dias, alguns serviços ficarão suspensos como: emissão de cartão, venda de recarga e atendimento presencial nos postos de venda. O Sinetram destaca, ainda, que a bilhetagem funcionará normalmente com cartões Passafácil de transporte coletivo nos terminais de integração, nas estações de transferência e em toda frota de ônibus.

“A atualização tecnológica será necessária para migrar o sistema de bilhetagem atual para um ambiente virtualizado, em nuvem. Essa mudança é essencial e indispensável para que possamos deixar o sistema mais seguro, com maior disponibilidade de acesso e preparado para atender mudanças positivas, como a criação de novos meios de pagamento, como exemplo o PIX, que será liberado ainda este mês”, destacou o gerente de Bilhetagem Eletrônica, Fábio Byron.

Saiba como ficam os serviços do Sinetram durante a suspensão:

- A venda de recarga nos pontos terceirizados, via site e aplicativo Cadê Meu Ônibus ficará indisponível;
- O aplicativo Cadê Meu Ônibus poderá apresentar instabilidade;
- O acesso ao Terminal 1 (centro) e Estações de Transferência (Parque das Nações, Santos Dumont, Arena e São Jorge) ocorrerá apenas mediante cartão Passafacil;
- Apenas no dia 15/01, não haverá atendimento nos postos do Sinetram, localizados nos Terminais de Integração e Estações de Transferência;
- Nos dias 14 e 17/01, haverá normalmente agendamento na sede do Sinetram e no Posto do Shopping Phelippe Daou.
- Os validadores dos ônibus, dos terminais de integração e estações de transferência estarão funcionando normalmente.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus