Professora aumenta notas de aluno após noite de sexo e é presa por estupro Professora aumenta notas de aluno após noite de sexo e é presa por estupro

Professora aumenta notas de aluno após noite de sexo e é presa por estupro

Por Portal do Holanda

15/08/2015 9h33 — em Bizarro

Kalyn Thompson era professora de inglês em uma escola de ensino médio em Oklahoma, nos Estados Unidos, a Kellyville High School, quando mostrou o seu lado nada profissional e acabou sendo presa.

De acordo com o 'Mirror', a mulher de 25 anos aumentou as notas de um aluno de 17 anos, após os dois transarem. De acordo com a polícia local, a mãe do garoto descobriu tudo através de mensagens da professora em seu celular e ligou para ela pedindo que se afastasse de seu filho e não o procurasse fora da escola.


Depois disso, os dois ainda foram flagrados dentro do carro por funcionários da escola, que tiraram fotos da cena. Ainda segundo o jornal, o aluno havia reprovado no último semestre em inglês, e obteve média 98 neste. A mulher trabalhava há menos de um ano no local quando começou a trocar mensagens com o rapaz.


Em depoimento, o estudante revelou que os dois haviam feito sexo pela primeira vez próximo a um lago e na outra, em um motel.


 
A idade para consentimento sexual é de 16 anos no estado de Oklahoma, mas como se tratava de uma professora (figura de autoridade), a mulher foi acusada de 'estupro de segundo grau' além de ter sua carreira destruída.  

+ Bizarro