Siga o Portal do Holanda

Policial

Empresária encontrada morta na Austrália era ameaçada por ex-namorado, afirma testemunha

Publicado

em

Foto: Reprodução Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma testemunha importante no processo que apura a morte da empresária brasileira Cecília Muller, 38, encontrada morta na Austrália, foi ouvida nesta quarta-feira (31).

Por videoconferência, ela contou que Cecília já vinha sendo ameaçada cerca de seis meses antes do crime e nos últimos dias estava dormindo na casa de amigos com medo de morrer.

Segundo ela, o autor das ameaças é o ex-namorado da empresária, Mário Santoro que está preso desde julho. O homem estava no país quando Muller foi assassinada e voltou ao Brasil dias depois que o corpo foi encontrado no Rio Lane Cover, em Sydney, em maio. 

A mãe de Cecília, Milu Muller também foi ouvida e acusa Santoro. Em depoimento ela contou que na última vez que falou com a filha pelo telefone, ouviu um homem gritando e tentando invadir o apartamento dela. 

Milu garante que a voz era de Mário e diz que desde esse dia, não teve mais notícias da filha, até o encontro do corpo. A perícia apontou que a empresária foi morta por esganadura e constatou que o cadáver foi levado para o rio e lançado nele.

O medo e a morte estão no ar

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.