Siga o Portal do Holanda

Brasil

Governo de Alagoas anuncia 1ª morte por coronavírus no estado

Publicado

em

Foto: Reprodução Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Globo cria sua 'polícia' para patrulhar redes sociais


O governo de Alagoas anunciou hoje a primeira morte de paciente pelo novo coronavírus no estado. A vítima era do Acre e foi infectada por contaminação comunitária (quando não se sabe de quem contraiu o vírus). Com esta morte em Alagoas, apenas os estados de Sergipe e Paraíba não ainda registram óbito por covid-19.

Seundo o UOL, o anúncio foi feito pelo governador Renan Filho (MDB), em uma publicação no Twitter. Ele afirmou ainda que a vítima, um homem de 63 anos, não viajou para estados que estão com índice maior de infecção, como São Paulo, ou outros países, como a Itália.

O paciente estava internado, com respiração artificial (intubado) na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Trapiche da Barra, em Maceió. Não foi divulgado quanto tempo o homem ficou internado e nem o local do enterro.

O governo de Alagoas informou ontem que o Hospital da Mulher, localizado no bairro do Poço, será referência para atendimentos de pacientes com suspeita de covid-19. A diretora médica do Hospital da Mulher, Sarah Dominique Araújo, afirmou que o hospital estará com dez leitos de UTI específicos para mulheres, gestantes e parturientes que estiverem com a suspeita de coronavirus ou casos confirmados.

Os pacientes masculinos serão levados para o hospital Sanatório, localizado no Farol. O governador de Alagoas informou que vai antecipar a entrega do hospital Metropolitano para o dia 15 de maio para auxiliar o combate ao novo vírus.

"Em período de crise, de emergência, a gente precisa antecipar o cronograma das entregas. O hospital metropolitano será entregue no dia 15 de maio, com 100 leitos clínicos e 30 leitos para ajudar Alagoas a combater a pandemia do coronavirus", disse Renan Filho.

Além disso, dois hospitais de campanha serão instalados no Centro de Convenções Ruth Cardoso, em Jaraguá, e no Ginásio do Sesi. A instalação começa na próxima semana. A unidade do Centro de Convenções terá 150 leitos. "Lá serão levados pacientes com quadro viral intermediário", explicou o governador.

O hospital do Ginásio do Sesi terá 30 leitos para evitar que pessoas com quadros gripais sejam levadas para o HGE (Hospital Geral do Estado), localizado no Trapiche da Barra.

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.