Tribunal investiga mais uma caso de fraude em decisão judicial Tribunal investiga mais uma caso de fraude em decisão judicial

Tribunal investiga mais uma caso de fraude em decisão judicial

Por

17/07/2012 8h08 — em Amazonas

O juiz Leoney Figliuolo Harraquian, da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, teve uma de suas sentenças fraudadas. Duas funcionárias do Tribunal de Justiça do Amazonas estão sendo investigadas.  O corregedor do Tribunal, Yedo Simões, determinou  a instauração de sindicância para investigar o caso. Na decisão falsificada, que contém a assinatura do  magistrado, o  papel com o timbre, carimbo e assinatura da funcionária da Vara, é  determinado que a Polícia Militar do Amazonas convoque o  candidato Oseias Pereira do Santos  para testes de aptidão fisica  e matricula no curso de formação.  

 
A Fraude foi descoberta pela Procuradoria Geral do Estado, que  teve acesso a medida liminar em que Leoney negava o pleito do candidato que participou do  último concurso da Polícia Militar.   
 
No decorrer da apuração apareceram  os nomes das servidoras efetivas Valéria Pimentel e Maria Auxiliadora Santana de Oliveira, lotadas na 1ª Vara da Fazenda Pública do Estado e 6ª Vara da Família na Capital, que negaram envolvimento no episódio. O advogado do candidato, o candidato e outros funcionários do Tjam estão sendo investigados. A Ordem dos Advogados do Brasil, seção do Amazonas, já foi notificada.
 
 

 

 

NULL

+ Amazonas