Técnicos não querem trabalhar para o governo

Por

09/08/2012 0h01 — em Amazonas

O discurso do governador  Omar Aziz, ontem, no TCE,   também serviu de pano de fundo para um desabafo. Em sua fala,  evidenciou a dificuldade que vem enfrentando para conseguir que gestores públicos façam parte de seu governo. Omar está há 15 dias tentando conseguir um nome para o lugar de Gedeão Amorim na Secretaria de Estado da Educação (Seduc).


...”Um secretário de Estado ganha 12 mil por mês e administra um orçamento bilionário. Um gerente de loja ganha quase o que um secretário ganha. Um diretor de uma fábrica do Distrito chega a ganhar duas vezes mais que um secretário de Estado e a responsabilidade dele não chega nem perto da responsabilidade de um secretário de Saúde, de Educação, de Fazenda e muito menos de um governador. E quando você fala nisso alguns setores acham isso um absurdo. Um secretário de Estado é um ordenador de despesa. É responsável por aquilo e mais tarde passa uma vida toda tentando esclarecer alguns equívocos. E isso tudo não é discutido. Então se você quiser um bom gestor público hoje, você tem que pedir por favor para ele vir trabalhar com você. Não é fácil. Pela responsabilidade, hora de trabalho, ausência familiar, nós sabemos que isso é muito mais que uma missão ou um prêmio que uma pessoa recebe, por isso que eu agradeço muito a minha equipe”, destacou. 
 

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas