Siga o Portal do Holanda

Manaus

Justiça instala espaço de conscientização na Zona Leste

Publicado

em

Por

Até o final de setembro, a Zona Leste de Manaus vai ganhar um Espaço da Cidadania Ambiental (Ecam), do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Esta será a segunda unidade a funcionar na capital amazonense – a primeira, implantada no shopping Manauara, atendeu 10,1 mil pessoas somente em 2011, desenvolvendo atividades voltadas para a conscientização ambiental.

Este novo espaço será inaugurado no Uai Shopping, situado na alameda Cosme Ferreira, bairro São José, em frente à maternidade pública Ana Braga. A Zona Leste, formada por 11 bairros, é a região mais populosa de Manaus, concentrando a população das classes C, D e E.  Optar por essa área da cidade foi estratégica, segundo o juiz auxiliar da Presidência Adalberto Carim Antonio, o que permitirá uma maior participação nas oficinas de conscientização ambiental. “No Ecam do Manauara tivemos a participação de 10,1 mil pessoas no ano passado. Para esse novo espaço, por se tratar de uma área bem movimentada da cidade, calculamos que a participação deverá dobrar”, acrescentou o juiz.

Esta semana, o presidente do TJAM, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, visitou as instalações no novo Ecam, ainda em obras. De acordo com Moutinho, a intenção com o novo espaço é oferecer a possibilidade de o Poder Judiciário e órgãos ambientais externarem suas ações em um local de grande circulação popular como um shopping center. “Acreditamos que esta nova unidade trará um grande resultado, sobretudo para a conscientização que a questão ambiental exige de cada ser humano. O cidadão terá os esclarecimentos e as orientações necessárias para poder também fazer a sua parte”, comentou o desembargador.

O Espaço da Cidadania Ambiental é administrado pela Vara Especializada do Meio Ambiente e de Questões Agrárias (Vemaqa), do Tribunal de Justiça do Amazonas, é um importante polo difusor da educação ambiental, compartilhando com órgãos do Sistema Nacional do Meio Ambiente e Organizações Não-Governamentais (ONGs), a tarefa de trabalhar com práticas de sustentabilidade apresentadas em palestras conservacionistas, exposições, workshops, oficinas de reciclagem e reaproveitamento de plásticos, vidros, madeira, distribuição de mudas, adoção de animais, dentre outros assuntos. “Essa é uma forma de estimular a ecocidadania, por meio de políticas públicas voltadas para o meio ambiente”, disse Adalberto Carim Antonio.

NULL

+ Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.