Igreja libera padre para disputar a prefeitura de Maués

Por

17/06/2012 14h53 — em Amazonas

 Ele já havia  desistido em disputar a eleição deste ano para prefeito de Maués, mas a insistência de fiéis e, sobretudo com o apoio e a liberação da própria Igreja Católica, o padre Carlos Góes (PT), 42, reformou sua decisão e será homologado ainda esta semana como o candidato oficial dos diretórios do PT, PR, PC do B e DEM.

A indicação do sacerdote por forças políticas como João Pedro (PT), Alfredo Nascimento (PR), Vanessa Grazziotin (PCdoB) e Pauderney Avelino, do Democrata, tidas como antagônicas, evidencia uma mudança radical no quadro político eleitoral de Maués.

Restando pouco mais de 10 dias para o encerramento das convenções partidárias, o padre Carlos Góes tem se revelado um  articulador. Agregar forças políticas de diferentes correntes é um detalhe a mais no que será uma das eleições mais disputadas da Terra do Guaraná.  

NULL