Estudantes participam de ação ambiental em Urucurituba Estudantes participam de ação ambiental em Urucurituba

Estudantes participam de ação ambiental em Urucurituba

Por

21/09/2012 17h28 — em Manaus

Em comemoração ao Dia da Árvore, mais de 200 estudantes da rede pública estadual de ensino do município de Urucurituba (a 192 quilômetros de Manaus) participaram nesta sexta-feira  de uma ação socioambiental com a plantação de 100 mudas da palmeira Urucuri (Atallea phalerata) na principal avenida da cidade. A mobilização contou com o apoio da presidente do Fundo de Promoção Social (FPS) e primeira-dama do Estado, Nejmi Aziz, em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS) e teve o intuito de promover a valorização cultural, o conhecimento dos alunos sobre a espécie e, principalmente, promover o incentivo ao plantio de árvores.


 

Todas as 100 mudas plantadas ao longo da principal avenida do município foram identificadas por meio de uma placa com o nome da criança que a plantou. A ação faz parte do projeto “As vozes das crianças à sombra da palmeira de Urucuri”, da mestranda em Educação e Ensino de Ciência na Amazônia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), professora Silvia Lima.

 

A ideia principal é fazer com que as crianças do 5º ano da Escola Estadual Professor Armando Kettle aprendam sobre ciências a partir da palmeira Urucuri, como uma forma de resgatar a história da espécie que deu origem ao nome da cidade. A mobilização marcou também o início da ação de arborização na cidade, que deve se estender pelas principais avenidas até chegar à escola, onde há uma área reservada para essa finalidade.

 

Como uma apoiadora de campanhas ambientais e de valorização da educação e do meio ambiente, a presidente do FPS enfatizou a importância da preservação ambiental aliada à educação que geram uma melhor qualidade de vida. “Todo projeto de arborização que venha agregar valor com educação, resgate histórico e conservação do meio ambiente é válido para nosso Estado, que precisa cada vez mais ter consciência ambiental. Assim teremos cidades mais agradáveis para viver e um população que dá o exemplo nas questões ambientais. E esse também é um compromisso do governador Omar Aziz com todas as famílias”, destacou a primeira-dama.

 

Resgate cultural – A professora e pesquisadora Silvia Lima, que nasceu na cidade, atualmente coordena o trabalho com muita dedicação na escola onde também estudou na sua juventude. De volta à terra de origem, ela tem a missão de fazer o resgate histórico e cultural da palmeira com a nova geração.

 

“Nosso trabalho como professor é esse de contribuir, e me sinto orgulhosa de poder, hoje, contar a minha origem. E esse projeto visa também colaborar com a arborização da cidade, porque vai dar oportunidade para as pessoas conhecerem a palmeira, a partir das vozes das crianças”, comentou.

 

Sensibilização – Os frutos desse trabalho já começam a “brotar” com as primeiras impressões sobre o cuidado com a natureza. A estudante Ana Beatriz Fernandes, 10 anos, disse que vai colocar em prática o que já aprendeu em sala de aula. “O projeto me ajudou muito a entender como preservar a natureza e estou aprendendo a cada dia como cuidar das plantas. E essa que plantei em frente a minha casa terá muita atenção”.

 

As atividades desenvolvidas na escola colaboram para o conhecimento dos pais e dos alunos em relação à palmeira de Urucuri. “É o primeiro projeto ambiental que minha filha participa e acho muito importante porque até eu passei a conhecer mais sobre a palmeira de Urucuri, depois que ela fez parte desse projeto. Isso me deixa muito feliz porque vejo o empenho dela em tudo que realizam na escola”, comentou a vendedora Alcinete Santana, 40, durante a mobilização.

NULL

+ Manaus