Desembargador Federal mantém paralisação de obras do Sunset Ponta Negra

Por

09/07/2012 1h21 — em Amazonas

Manaus ( Portal do Holanda) - O desembargador Souza Prudente, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, indeferiu o pedido de liminar em agravo de instrumento da WL Sistema Amazonense de Turismo Ltda, que tentava derrubar decisão da 1a Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Amazonas que determinou a paralisação das obras do empreendimento Sunset Residencial Ponta Negra.

Na decisão de primeiro grau a juíza determinou o fechamento do estande de anúncios de vendas e caso não fosse cumprida a multa estabelecida foi de R$ 10 mil e suspensão de qualquer anúncios publicitários em caso de descumprimento. 
 
Na sua defesa, a WL Sistema alegou que apenas sua marina encontra-se dentro da área de preservação, mas o empreendimento não.
 
Mas as alegações não convenceram o desembargador Souza Prudente, que indeferiu a liminar a manteve a decisão de primeiro grau.

NULL