Siga o Portal do Holanda

Manaus

Concurso do Tribunal de Justiça do Amazonas terá 200 vagas

Publicado

em

Por

O Tribunal de Justiça do Amazonas  deverá realizar até janeiro de 2013 concurso público para provimento de vagas no quadro de servidores do TJAM, na capital e em sete municípios do interior – Manacapuru, Careiro, Careiro da Várzea, Iranduba, Rio Preto da Eva, Itacoatiara e Presidente Figueiredo. No total, serão oferecidas 298 vagas para os cargos de níveis médio e superior e o certame será realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).


O anúncio oficial foi feito nesta quarta-feira (29) pelo presidente da instituição, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa. Até o final da sua gestão, de acordo com o desembargador, também será realizado o concurso para juízes, cujo número de vagas também já está definido: 35. “O concurso é muito importante porque oferece oportunidade aqueles que sonham em trabalhar como servidor público. Precisamos ter também no Tribunal de Justiça pessoas devidamente capacitadas para assumir os cargos e, com parceria da Fundação Getúlio Vargas, o concurso será feito com a transparência necessária”, enfatizou o presidente Ari Moutinho.

Ainda sobre o concurso para o quadro de servidores do Tribunal na cidade de Manaus e em sete municípios do interior do Estado, as vagas são para os cargos de assistente judiciário (nível médio), suporte técnico (nível médio), oficial de Justiça (nível superior), e analista judiciário (nível superior). Na capital, serão disponibilizadas 260 vagas, sendo 170 para nível médio e 90 para nível superior.

No interior, serão 38 vagas - 12 para a Comarca de Manacapuru, duas para o Careiro (Castanho), duas vagas para o Careiro da Várzea, quatro para o município de Iranduba, duas para a Comarca de Rio Preto da Eva, duas para Presidente Figueiredo, e 14 para a Comarca de Itacoatiara, município com o maior número de vagas neste certame. A Comissão do Concurso do TJAM lembra que os candidatos aprovados para atuar no interior não serão transferidos para a capital.

De acordo com o presidente Ari Jorge Moutinho da Costa, desde de 2005 não era realizado um concurso como esse pelo Tribunal, exceto os certames para o interior do Estado.

Definição da FGV

A opção pela Fundação Getúlio Vargas foi definida nesta quarta-feira (29), após reunião entre os integrantes da Comissão responsável pelos concursos do TJAM e os representantes do Instituto Superior de Administração e Economia do Amazonas (Isae/AM), representado pelo  superintendente Lincoln Campos, e do coordenador de concursos da FGV, Michel Jordan. A Fundação ficará responsável pelo edital e execução das provas.

Concursos comarcas do interior

Desde o final do ano passado, Tribunal de Justiça do Amazonas já realizou quatro concursos públicos para os níveis fundamental e médio, todos voltados para o interior. Os municípios que realizaram o certame foram Carauari, Eirunepé, Envira, Ipixuna, Itamarati, Guajará, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Barcelos, Boca do Acre, Canutama, Lábrea, Pauini e Tapauá. Os novos servidores já passaram por um treinamento no Tribunal, em Manaus, e estão trabalhando nos seus respectivos municípios.
O último realizado para o interior, também para cargos de níveis fundamental e médio, ocorreu no dia 19 de agosto, e atingiu os municípios de  Apuí, Borba, Humaitá, Manicoré e Novo Aripuanã, com quase 7 mil candidatos inscritos.

NULL

+ Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.