Procurador eleitoral também recomenda reprovação das contas de Wilson Lima

Por Portal do Holanda

13/12/2018 10h37 — em Amazonas

Foto: Divulgação

Manaus/AM - As contas de campanha do governador eleito Wilson Lima (PSC) devem ser julgadas nesta quinta-feira (13) ou na sessão de sexta (14) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas, e o procurador regional eleitoral, Rafael da Silva Rocha, deu parecer recomendando a reprovação delas. Este parecer segue a mesma dada por técnicos do TRE, que apontaram nove irregularidades nas contas de Lima. 

Entre essas inconsistências está o atraso de 2 dias no envio do relatório financeiro – recibo eleitoral no valor de R$ 400 mil, o equivalente a 20,69% dos recursos da campanha. Neste ponto o procurador Rafael Rocha considera como uma infração contra o atendimento ao princípio da publicidade. 

Outros pontos irregulares nas contas são sobre a não comprovação dos gastos de R$ 500; a utilização de serviços estimáveis de fonte vedada de R$ 500; recebimento de recursos financeiros por depósito de R$ 52.030,00; a omissão de receitas na prestação de contas parcial, no valor de R$ 13,8 mil; omissão de despesas de R$ 161,9 mil; a não comprovação da vinculação da passageira em viagem de campanha no valor de R$ 6,9 mil; mais omissão em gastos de R$ 2,4 mil; e omissão de receita estimada em R$ 100. 

O desembargador eleitoral Júnior Fernandes é o relator das contas de Wilson Lima no TRE. Essas contas devem ser julgadas até a diplomação dos eleitos no Amazonas. A solenidade está marcada para ocorrer na próxima segunda-feira (17). 


+ Amazonas