Alunos da Fundação Matias Machline em Manaus denunciam inspetora por abuso de poder

Por Portal do Holanda

08/12/2021 12h30 — em Manaus

Foto: Divulgação Fundação Matias Machline

Manaus/AM - Gritos contra funcionários, demissões sem justa causa e impedir que alunos se alimentem são algumas das atitudes que os estudantes da Fundação Matias Machline, a antiga Fundação Nokia, alegam estar sofrendo com a nova gestão da instituição.

A Fundação é uma instituição educacional localizada na avenida Ministro João Gonçalves de Souza, Distrito Industrial I, zona sul da cidade.

Um representante dos alunos do último ano publicou uma carta aberta ao presidente do Conselho Curador da Fundação, Sung Un Song, deixando claro o repúdio pela atual direção.

O documento foi divulgado a pedido dos próprios alunos, onde disseram que "todo o aprendizado de respeito, empatia e profissionalismo foi por água abaixo na conduta profissional de quem rege, hoje, a maioria das decisões na Fundação".

"Cintia Monteiro Oliveira [atual gestora] entrou claramente sem preparo nenhum para lidar com as responsabilidades do cargo. Ainda na primeira semana, gritou diversas vezes com os inspetores na frente de todos, humilhando-os, além de ter uma postura completamente invasiva com os alunos, como quando desfez a trança de uma aluna na fila do almoço. Colocou regras inflexíveis que arriscam a integridade dos alunos e funcionários, como as em relação ao horário do almoço (um aluno desmaiou de fome) e de lanche, que inclusive foi negado a alguns alunos em período de ação disciplinar (suspensão)", diz o documento.

Outra atitude que os alunos denunciaram, foi a demissão de duas colegas na última segunda-feira (6).

"Devido uma discussão banal com a professora Bruna e a pedagoga Débora, Cintia, que supostamente teria se sentido pessoalmente atacada, demitiu as duas, causando comoção por parte de seus colegas de trabalho e alunos. Assim como tantos outros desligados no último mês, essas 2 profissionais eram de excelência e extremamente competentes".

A nota de repúdio foi direcionada ao Sr Sung, por ele ter sido diretor há anos na instituição.

Os alunos também têm feito denúncias contra a gestora nos comentários da própria página da instituição e, fizeram abaixo assinado, com 933 apoiadores, pedindo “transparência da fundação e direito voz sobre o assunto”.

Foto: Reprodução Redes Sociais da Fundação Matias Machline

Foto: Reprodução Redes Sociais da Fundação Matias Machline

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus