Marcius Melhem diz que foi ‘tóxico’, mas nega relação não consensual

Por Portal do Holanda

05/12/2020 10h54 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução

O ator e diretos Marcius Melhem deu uma entrevista ao colunista Maurício Stycer, do Uol, e negou ter tido relação não consensual com qualquer mulher.

Marcius, que é acusado de assédio moral e sexual por Dani Calabresa e outras vítimas, admite ter sido “um homem tóxico”, mas afirma que muito do que foi noticiado a seu respeito não é verdade.

“Embora confesse os meus excessos, eu jamais tive alguma relação que não fosse consensual e jamais pratiquei algum ato de violência com quem quer que seja na minha vida”, disse ele, reforçando que espera que tudo seja esclarecido.

Marcius diz que está processando a advogada Mayra Cotta para que ela prove as denúncias contra ele e que vai interpelar judicialmente Dani Calabresa para que a humorista confirme ou desminta a matéria da revista Piauí. “Eu quero acreditar que a Dani Calabresa sabe que aquilo ali [descrito na reportagem da Piauí] não aconteceu”.

Melhem diz que não existe vítimas e nem processo na Justiça, mas já foi condenado publicamente mesmo sem provas e critica a advogada por ter levado o caso à imprensa. Ele ainda afirma que a matéria da Piauí tem vários erros e que não aconteceu nada na festa em 2017. A reportagem narra que na ocasião, o diretor mostrou o pênis para Calabresa e tentou beijá-la.

Questionado sobre o que aconteceu na tal festa, Marcius disparou: “Eu não vou contar. O que eu posso dizer é que aquilo que aconteceu naquela festa, aquela narrativa [matéria da Piauí] é completamente fantasiosa, é irreal e tem testemunhas de que aquilo não aconteceu”. Marcius alega que não não vai contar para não expor Calabresa, mas afirma que se algo tivesse ocorrido a humorista não teria o convidado para viajar para Disney na semana seguinte. “Uma semana depois daquela festa, que eu teria feito aquilo, aquele absurdo, a Dani me convida para ir à Disney, eu e minhas filhas”, contou.

Marcius lamenta não ter mantido distanciamento dos subordinados afirmando que todos tinham uma relação de intimidade. “Mas nunca inibi, coagi, demiti, persegui. Isso não existe. Não existe um relato de 'se você não fizer isso, eu não te dou aquilo'. Isso não existe”, disse.

Questionado o porquê de tantas denúncias, Melhem reconhece: "Eu acredito que tenham pessoas que eu genuinamente feri, que genuinamente eu magoei. Que eu gostaria muito de saber quem são. E se isso aconteceu, realmente, que eu acredito que aconteceu, me desculpar, reparar e assumir responsabilidade. Quero assumir responsabilidade por qualquer coisa que eu tenha feito. Mas existem neste grupo processos de vingança contra mim", disse.


+ Famosos & TV