Procura por cirurgia íntima está em alta; confira as novidades

Por Portal do Holanda

18/03/2016 9h42 — em Saúde e Bem-estar

 

Cada vez mais mulheres buscam um ideal estético não só para as partes do corpo que estão sempre em evidência, mas também para o que só costuma ser exibido em situações bastante privadas. O aumento da procura por cirurgias íntimas e as novas técnicas e procedimentos na área estão entre os assuntos que serão debatidos na 17ª edição do Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica, que acontece de hoje a domingo, em São Paulo.

De acordo com o cirurgião plástico americano Garry Alter, mediador do painel “As diferentes abordagens na cirurgia íntima” no evento, a maioria dos pacientes que fazem esse tipo de operação são mulheres em torno dos 70 anos, que desejam o rejuvenescimento vaginal. Mas além da correção estética, que influi na autoestima, há questões de saúde envolvidas.

— Para o sexo feminino, pode haver um grande desconforto caso elas possuam grandes e largos lábios, podendo sentir dores no ato sexual ou até mesmo durante a prática de exercícios físicos — diz o especialista.

Adolescentes insatisfeitas com a aparência da vulva ou que sintam algum incômodo na região e homens com alterações genitais que precisam de reparo operatório — caso de uma condição chamada de “pênis escondido” — completam o público que se candidata à cirurgia íntima.

Segundo Alter, como a cirurgia íntima ainda é pouco realizada no Brasil, a técnica como um todo é novidade no país. Hoje, 5.850 cirurgiões plásticos atuam em território nacional, conforme dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Deles, estima-se que apenas cerca de 45% façam esse tipo de operação.

Obesidade causa o pênis escondido

O pênis escondido é uma condição observada quando o órgão sexual masculino fica embutido no púbis, devido ao excesso de gordura na região. Com isso, ele adquire aparência infantil e se torna evidente apenas na ereção (flácido, aparece praticamente só por causa da glande), o que causa constrangimento ao homem.

— O problema não impede a função sexual, mas cria uma situação psicológica que pode levar à dificuldade de ereção e à diminuição de prazer da parceira — afirma o cirurgião plástico Raul Gonzalez, coordenador do Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica.

Segundo o médico, o pênis escondido pode ser causado por doenças genéticas, alterações hormonais (como o hipogonadismo, que provoca deficiência de testosterona) ou obesidade. Nos dois primeiros casos, a condição se manifesta na puberdade; no último, pode surgir em qualquer fase da vida.

— A maioria dos pacientes são jovens adultos que eram magros e foram ganhando peso, até a gordura no púbis diminuir o tamanho do pênis.

O tratamento do problema é cirúrgico e visa à redução da gordura local; ao levantamento da pele excedente do púbis, fixando-a na parede abdominal, e à distensão dos ligamentos suspensores do pênis, que pode levar ao alongamento do órgão. Quando o diâmetro é fino, ele pode ser aumentado com enxerto de gordura.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Saúde e Bem-estar