Siga o Portal do Holanda

Saúde e Bem-estar

Câncer no fígado: Saiba mais sobre a técnica de quimioembolização hepática

Publicado

em

Foto: Reprodução

A análise chamada “Carcinoma Hepatocelular: Barreiras de Acesso, Diagnóstico e Tratamento no Cenário Brasileiro Atual”, baseada em dados do Datasus, revelou que o carcinoma Hepatocelular, popularmente conhecido como câncer de fígado, é o terceiro que mais mata no mundo, contabilizando cerca de 700 mil mortes ao ano. No Brasil, foram registrados 44 mil óbitos no período de 2011 a 2015.

Mesmo com uma taxa de mortalidade tão elevada, o brasileiro é mal informado sobre a doença. É o que aponta uma pesquisa inédita realizada pelo Instituto Oncoguia, em parceria com a Bayer. Para entender como o brasileiro percebe o câncer de fígado, a pesquisa ouviu 1.500 pessoas, com idade entre 18 a 65 anos, em cinco capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Porto Alegre).

Apesar de 53% dos entrevistados afirmarem ter conhecimento sobre a doença, 61% deles não sabem quais são os principais sintomas e 59% desconhecem os fatores de risco. A pesquisa revela ainda que 76% dos entrevistados consideram o consumo excessivo de álcool como uma das causas do câncer de fígado, o que é uma verdade. No entanto, 56% dos entrevistados desconhecem outros fatores de risco, como as Hepatites B e C e a esteatohepatite.

A Quimioembolização hepática é uma das principais opções tratamentos para o controle do Carcinoma Hepatocelular. O procedimento é realizado por meio da técnica de cateterismo Endovascular, levando à obstrução dos vasos sanguíneos que alimentam os tumores. “As partículas carregadas com os quimioterápicos são injetadas dentro dos tumores do fígado através do uso de cateteres, e o crescimento do tumor é controlado, “afirma o Dr. André Moreira de Assis - médico do CRIEP - Carnevale Radiologia Intervencionista Ensino e Pesquisa.

Além do Carcinoma Hepatocelular, esse tratamento também pode ser indicado para o controle de outros de tumores hepáticos, como metástases de tumores neuroendócrinos, do câncer de cólon, entre outros. “A Quimioembolização hepática pode ser usada como alternativa ou em associação aos quimioterápicos, “conclui o médico.

Deputados suspeitam de espionagem e pedem ajuda do MP

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.