Compartilhe este texto

'Ele passou a mão na minha bunda', diz vítima que denunciou presidente da Caixa

Por Portal do Holanda

29/06/2022 8h52 — em
Brasil


Pedro tem fama entre funcionárias - Foto: Marcelo Camargo/AB

Após a repercussão das acusações de assédio sexual contra o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, algumas vítimas resolveram falar sobre o assunto e revelaram detalhes de como tudo acontecia.

Em entrevista à TV Globo, as funcionárias contaram que o homem costumava levar grupos de funcionários para sair e beber vinho e nesses encontros, inicia os assédios que começavam sempre com pedidos de abraços.

A partir daí, Pedro deixava as mãos escorregar pelos seios e e nádegas delas e fazia propostas “ao pé do ouvido”, como afirma uma das vítimas que não teve o nome revelado.

"Por exemplo, pedir para abraçar, pegar no pescoço, pegar na cintura, no quadril. Isso acontecia na frente de outras pessoas. E, às vezes, essas promessas eram no pé de ouvido e na frente de outras pessoas, mas de forma com que outras pessoas não ouvissem.

Outra relata que nas viagens corporativas, Pedro também costumava atacar e nos momentos a sós, “investia pesado” no assédio:

Comigo foi em viagem, nessas abordagens que ele faz pedindo, perguntando se confia, se é legal. Abraços mais fortes, me abraça direito e nesses abraços o braço escapava e tocava no seio, nas partes íntimas atrás, era dessa forma".

Uma terceira funcionária conta que em uma das ocasiões, Pedro a chamou no quarto dele para levar um carregador e a recebeu só de cueca. O presidente também a convidou para entrar e insistiu que ela ficasse.

“E depois disso ele pediu que eu levasse até o quarto dele à noite um carregador de celular e ele estava com as vestes inadequadas, estava vestido de uma maneira muito informal de cueca samba canção. Quando cheguei pra entregar, ele deu um passo para trás me convidando para entrar no quarto. Eu me senti muito invadida, muito desrespeitada como mulher e como alguém que estava ali para fazer um trabalho. Já tinha falado que não era apropriado me chamar para ir ao quarto dele tão tarde e ainda me receber daquela forma. Me senti humilhada".

Outra vítima conta que Pedro já tem uma fama de assediador entre as servidoras e que por isso, sempre tentou se preservar das investidas, mas acabou sendo assediada da mesma forma:

“A gente já sabe da fama. Eu sabia da fama dele já, então eu me reservei o máximo possível. E aí ele: 'não, mas abraça direito. Abraça direito, porque é... você não gosta de mim'. Aí na hora que ele, na terceira vez que ele fez eu abraçar ele, ele passou a mão na minha bunda".

"E aí. Fora assim, várias fotos. Ele, toda vez que vai tirar foto pega na cintura da gente com uma intimidade que não existe e isso deixa a gente muito constrangida. É muito sem graça assim. Eu me sinto meio violentada mesmo, quando ele tem esse tipo de atitudes, sabe?"

 


 



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil