Chacina em creche: Professoras trancaram salas e evitaram massacre

Por Portal do Holanda

04/05/2021 14h03 — em Brasil

Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal

A chacina na creche Pró-Infância Aquarela, em Saudades, em Santa Catarina, só não foi maior porque as professores perceberam o ataque e trancaram as portas das salas, onde estavam com os alunos.

O autor do atentado tem 18 anos e matou dois adultos e três crianças menores de 2 anos. Ele tentou fugir, mas foi pego por populares.

“Ele teria deixado o local e foi abordado por populares. Neste momento, ele tentou contra a própria vida, mas não conseguiu. (...) O que entendo até o momento é que a intenção dele era fazer a barbárie e o maior número de vítimas possível e tentar suicídio, mas não conseguiu se matar”, afirmou o delegado Jerônimo Marçal, em entrevista à Rádio Vale FM.

Segundo o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, dois moradores contiveram o homem. “É um jovem de família muito boa, não se sabe se teve um desequilíbrio mental. Ele matou duas crianças, matou uma professora e só não foi mais longe porque houve intervenção de um metalúrgico e de um pedreiro, que pegaram o garoto e o interromperam com golpes de barras de ferro", disse em entrevista a rádio.

O jovem está internado em estado gravíssimo.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil