Siga o Portal do Holanda

Bizarro

Jovem cria ursinhos de pelúcia feitos com roupa de pessoas mortas

Publicado

em

Foto: Reprodução/Facebook Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

CPI da Seduc revela racha na base do governo e pânico na Assembleia


Guardar memórias de entes queridos que morreram pode parecer uma boa ideia para algumas pessoas, por ser uma forma de sentir a presença do familiar e também lembrar de bons momentos.

Foi pensando nisso que a britânica Mary Maclnnes, de 21 anos, passou a transformar em ursinhos de pelúcia as roupas de parentes que já se foram. Ela estuda moda em Edimburgo, capital da Escócia, e começou a trabalhar com isso há cerca de seis anos.

Tudo começou quando ela fez uma peça para um amigo sem pretensões comerciais. A partir de então, outras pessoas passaram a pedir o mesmo e o que era um favor de amizade se transformou em empreendimento. 

Em entrevista ao Metro, Mary conta que se recusava a fazer porque queria se concentrar na faculdade e se especializar em vestidos de noivas. Mas logo cedeu quando viu que era uma ideia promissora. "Eu aceitei os pedidos e passei a postar fotos dos ursinhos na minha página. Ela bombou e hoje é meu trabalho", disse ela, que tem mais de 56 mil seguidores no Facebook.

Cada pelúcia leva cerca de cinco a seis horas para ficar pronta, incluindo design, planejamento, corte, costura e conclusão.

No último sábado, 25, Mary desabafou sobre a emoção do seu trabalho. "Alguns dias são muito tristes. Sou afetada pela perda também. Tenho mais de 100 peças de roupa de entes queridos comigo. Isso gera muita responsabilidade e energias no estúdio", afirmou.

Em 20 de janeiro, ela confeccionou um urso com o vestido de uma garota que morreu aos 13 anos. "Às vezes não há palavras. Envio amor e bons pensamentos", escreveu:




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.