Bastidores da Política - Rachaduras na BR 319 fazem a alegria das empreiteiras


Rachaduras na BR 319 fazem a alegria das empreiteiras

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

24/09/2021 20h01 — em Bastidores da Política

As rachaduras na BR 319 têm feito a alegria das empreiteiras e alimentado campanhas de políticos inescrupulosos ao longo de 40 anos. Aparecem como vulvas,  expostas a desejos incontroláveis.  Desejos de preenchê-las  e  vê-las abertas meses depois, em meio a contratos e mais contratos de manutenção, como se fosse possível  recuperar himens rompidos pela dupla violência praticada. Primeiro, contra  cidadãos que sonham com o fim do isolamento do Estado do Amazonas. Segundo,  contra os cofres públicos, à medida que os reparos se revelam ineficazes.

Atribuir apenas a  questões ambientais a demora na recuperação da rodovia é de um cinismo sem tamanho.   

O problema é a corrupção, que não para. É  o péssimo material utilizado pelas empresas contratadas ou subcontratadas para asfaltar áreas já liberadas.

Nem se fala na terra do meio - área de mais de 500 quilômetros sob forte proteção ambiental, aliás necessária, mas seria de toda forma intocável pela incompetência das empreiteiras sequer de tornar seguro e duradouro o  asfaltamento de áreas já liberadas.

De janeiro deste ano até ontem, trechos já asfaltados da rodovia romperam pelo menos 15 vezes, interrompendo o tráfego de veículos , o que indica que o serviço é mal feito, mal planejado, mal executado.

Mas esse é um negócio milionário - o de emendar e remendar asfalto na rodovia - e só se mantém porque:  1 - interesses de grandes corporaçoes não podem ser contrariados. 2 - incutiu-se  na população que é possível manter vivo o sonho de unir o Estado do Amazonas ao Brasil pela BR 319. Não é possível, não sem  permanentes interrupções, em prejuízo de famílias, de empresas  e do País.

A BR 319 não é uma rodovia, é uma festa. Ganham as empreiteiras, ganham burocratas contratados para projetos de impacto ambiental - somente com estes últimos  foram consumidos mais de R$ 100 milhões em 2020;  ganham os políticos com promessas que nunca serão cumpridas, e perde a sociedade.

Não chegou a  hora de parar?  De DIZER    basta a essa ilusão ? E pensar racionalmente em uma nova alternativa de integração do Estado ao resto do País ?

 

 

Veja também: 

BR-319 é rachada ao meio e rodovia é interditada no Amazonas; vídeos impressionantes
Trecho da BR-319 desaba e bloqueia trânsito; Veja vídeos
DNIT diz que crateras na BR-319 são por causa da cheia histórica


Obras da BR-319 devem ser suspensas, recomenda MPF
Carro pega fogo após motorista desviar de buraco na BR-319
Trecho da BR-319 desaba e bloqueia trânsito; Veja vídeos

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.