Mototaxista é presa acusada de matar prostituta no Centro

Por Portal do Holanda

14/03/2016 11h46 — em Policial

Manaus|AM - Na manhã desta segunda-feira (14), por volta das 9h30, a mototaxista Odith Cristina dos Santos, 35, a “Cris", foi apresentada em coletiva à imprensa suspeita da morte da garota de programa Edijane  Barbosa da Silva, 26, a “Piriquituda”, morta no dia 13 de novembro do ano passado com cinco tiros no terminal da Matriz, no Centro.

De acordo com informações do titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, Odith matou a vítima após alugar a arma usada no crime de uma traficante pela quantia de R$ 300,00.

Em depoimento, Odith revelou que já tinha uma rixa com Edijane antiga e que a matou porque ela estaria lhe ameaçando. Ela também disse que a mulher ficava valente quando bebia e sempre tinha o hábito de arranjar confusão com outras garotas de programa na área.

Cris foi presa no ponto de mototáxi que trabalhava. Nos meses posteriores ao crime ela continuou trabalhando normalmente. Ela foi encaminhada ao Centro de Dentenção Provisória Feminino (CDPF), onde ficará à disposição da justiça.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial