Revoltados, alunos realizam protesto para saída de diretor de escola

Por Portal do Holanda

14/08/2015 0h55 — em Amazonas



Os alunos da Escola Estadual Raimundo Holanda de Souza, localizado na rua Araújo Lima, bairro Amazonino Mendes, Zona Norte de Manaus, realizaram na noite de quinta-feira (13), um protesto contra a permanência do diretor da unidade de ensino.

De acordo com os estudantes, o gestor Sérgio Façanha, administra a escola como ditador, impondo regras e abusos de poder, além de ameaças constantes e constrangimentos.

Outra denúncia formalizada contra Sérgio é a conivência em continuar com o professor Reinaldo, que ministra aula de matemática. Segundo os alunos, o professor é acusado de aliciamento. Um vídeo que circulou nas redes sociais, flagrou o docente acariciando uma aluna de 14 anos no colo e dando beijos. 
"O diretor exerce o ditadorismo na escola e exige com arrogância e ignorância pressão sobre os alunos. Ninguém está satisfeito com as atitudes do gestor. Tem aluno que chegou a desistir por causa dele", lamentou uma aluna, que preferiu não ter o nome revelado.

A aluna Giovana Azevedo, explicou que o diretor ameaça os alunos e exige a compra de fardamentos no valor de R$ 66, - a blusa  no valor de R$ 28 e a calça R$ 38.

"Se o aluno não comprar  o fardamento, o gestor ameaça e não deixar entrar na escola. Ninguém aguenta mais essa situação", explicou a estudante do 3° ano do ensino médio.

A reportagem tentou ouvir o diretor pelo telefone 3249-8685, mas o diretor se recusou a dar explicações.

Uma viatura da Polícia Militar foi acionada pela direção da escola para conter o protesto.