Cigás e Eneva assinam acordo para ampliar distribuição do gás natural em Manaus

Por Portal do Holanda

14/08/2020 14h23 — em Amazonas

Foto: Divulgação

Manaus/AM - Mais um avanço para ampliar o mercado de gás no Amazonas ocorreu esta semana. A a Companhia de Gás Amazonas (Cigás) e a empresa Eneva, produtora de gás natural para geração de energia, assinaram Instrumento de Ajuste em que se comprometem a avançar em tratativas para contrato de compra e venda de gás natural liquefeito (GNL) em Manaus.

O documento é resultado de entendimento entre as duas empresas para estabelecer diretrizes, a partir de parâmetros de mercado, permitindo ampliar os usos de gás natural liquefeito na capital amazonense, com o gás excedente proveniente de Azulão, em caso de comprovação de novas reservas.

Este foi mais um instrumento de acordo assinado entre as duas empresas. Na última quarta (12), foi assinado o Contrato de Compra e Venda do Gás Natural produzido no Campo de Azulão, fator que proporciona a entrega deste gás para a geração de energia.

Atualmente, a Eneva está desenvolvendo o Campo Azulão – em que produzirá o gás natural para abastecer a Usina Térmica Jaguatirica II em Boa Vista (RR). Já a Cigás é responsável pela distribuição do gás natural no Estado do Amazonas.

Detentor da maior reserva de gás natural em terra do país, o Estado do Amazonas vem discutindo a diversificação do mercado de gás natural para consumidores industriais, residenciais e individuais.