Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Contratos da Aades e OS estão na mira da CPI da Saúde no Amazonas

Publicado

em

Foto: Acervo/ Aleam Foto: Acervo/ Aleam
Foto: Acervo/ Aleam

Manaus/AM - Titular da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde no Amazonas, o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) anunciou nesta sexta-feira,10, durante a 10º reunião ordinária da comissão, que os contratos da Agência Amazonense de Desenvolvimento Social (Aades) e da Organização Social (OS) Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), que administra o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, irão entrar no radar das investigações da CPI, que apura irregularidades na Saúde do Estado durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Por meio de requerimentos, os membros da CPI aprovaram a convocação do presidente da Aades, Bráulio da Silva Lima, e do diretor executivo do INDSH, José Luiz Gasparini, para responder a questionamentos referentes aos respectivos contratos firmados pelo Governo. Para Barreto, a ideia é colher informações a respeito dos acordos e verificar a devida execução dos serviços.

“Precisamos saber para onde está indo o dinheiro do contribuinte, são contratos de milhões e milhões. Na Aades, temos o projeto Anjos da Saúde, coordenado por uma lobista do Governo e que vale R$ 6 milhões, já foram pagos R$ 2,5 milhões. O outro contrato é do Delphina Aziz, elefante branco na Zona Norte e que recebe mais de R$ 20 milhões por mês. Os próximos depoimentos serão importantes para sanarmos as dúvidas destes contratos que não correspondem à realidade”, explicou Barreto.

A oitiva do representante da Aades, Bráulio Lima, está agendada para a próxima quarta-feira, 15, às 15h, enquanto que o depoimento do diretor da OS ainda está indefinido.

Aeronave do governo

Também nesta sexta, a CPI aprovou o requerimento nº 48/2020 de autoria do deputado Wilker Barreto, que solicita relatório contendo relação de passageiros, datas e viagens realizadas com aeronave oficial do Governo do Amazonas a partir de 01/01/2020 e, principalmente, as viagens realizadas no período da pandemia do Coronavírus. O documento também prevê relatório de contrato de locação de aeronave da Casa Militar e Susam, assim como a lista de processos indenizatórios.

Últimas notícias

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.