Bêbado, homem de 40 anos estupra enteada de 12 no Amazonas

Por Portal do Holanda

24/02/2016 17h13 — em Policial

Iranduba/AM - A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta da capital, prendeu na manhã de terça-feira, dia 23, por volta das 11h, o taxista Antônio da Cruz Vieira, 40, acusado pelo estupro da enteada dele, uma adolescente de 12 anos.

De acordo com o delegado titular da 31ª DIP, Paulo Mavignier, a prisão do infrator ocorreu em via pública, na Avenida Amazonas, Centro de Iranduba, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela 2ª Vara Judicial daquele município. A ação contou com o apoio da delegada adjunta da unidade policial, Tamara Albano.

Paulo Mavignier explicou que foi procurado pela vítima e pela mãe da menina em novembro do ano passado. Na ocasião, elas teriam relatado que Antônio já tinha tocado as partes íntimas da garota em outra situação, mas que o estupro ocorreu somente no dia 30 de setembro de 2015. “Em depoimento, a garota disse que estava sozinha em casa quando o padrasto chegou embriagado e a forçou a ter relações sexuais com ele, ameaçando-a de morte. Somente dias depois do ocorrido ela criou coragem para contar para a mãe o que havia acontecido”, declarou Mavignier.  

Conforme a vítima, após  cometer o crime o padrasto teria ficado três dias sem aparecer na casa delas, mas que constantemente era visto por populares trafegando pela via onde elas moram, na tentativa de intimidar mãe e filha. “Por conta disso elas mudaram de endereço e a delegada Tamara Albano representou o mandado de prisão em nome do infrator, após o estupro ser confirmado por meio de exame de conjunção carnal”, argumentou Mavignier.     

O taxista foi indiciado por estupro de vulnerável e ao término dos procedimentos cabíveis permanecerá preso na carceragem da 31ª DIP, à disposição da Justiça.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial