Compartilhe este texto

Neve anima moradores em Santa Catarina e atrai turistas no meio da semana

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

17/05/2022 21h07 — em
Variedades



CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - A neve que caiu nesta terça-feira (17) em Santa Catarina, com a chegada de uma massa polar, criou euforia em moradores e turistas de Urupema, Urubici, São Joaquim e Bom Jardim da Serra, cidades acostumadas à queda de temperatura. A sensação térmica chegou a -16°C em Urupema e a -15°C em São Joaquim, no início da tarde, quando a neve também foi registrada em Lages, com sensação térmica de -4°C.

"A neve chegou ao centro de Urubici agora. Está muito gelado, o sol aparece entre as nuvens, o vento muito frio e um pouco de neve, numa chuvinha bem fina", conta a aposentada Josete Oliveira, moradora há 34 anos da cidade. "Tem que ficar do lado do fogão a lenha, se não a gente não aguenta".

Houve registro de neve nas quatro cidades, segundo o Epagri/Ciram (Centro de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina). O marco mais baixo coube a Bom Jardim da Serra, com -2°C. Em São Joaquim, os termômetros chegaram a 0°C, em Urupema, a 1,5°C, e em Urubici, a 1,7°C.

Apesar de acostumados às baixas temperaturas, os municípios comemoram a neve antecipada neste ano. "A última vez que nevou em maio foi em 2013. Não é raro, mas não é frequente", diz o engenheiro agrônomo Ronaldo Coutinho do Prado, da Climatempo. "O frio com neve forte e branquinha só deve ser registrado na sexta e no fim de semana. Em alguns lugares da serra pode chegar a -2°C e até -5°C", adianta Prado.

Ainda assim, a neve fraca que caiu nesta madrugada já atrai turistas para as cidades da região, que comemoram mais de 90% de ocupação em hotéis e pousadas, como em Urupema.

"O fluxo de turistas está intenso. Não esperávamos tanto assim por ser dia de semana, mas acredito que vamos segurar o fluxo mais uns dias. O fim de semana promete", comemora o secretário de Turismo de Urupema, Antenor Arruda.

A família do empresário Thomaz Morotescoski já tinha visto neve acumulada, mas não caindo. Foi em busca disso que eles se deslocaram por três horas de carro, da cidade de Içara (SC), onde moram, até o centro de São Joaquim, onde finalmente sentiram a neve cair. "Foi uma experiência muito interessante, muito bonito acompanhar isso", conta o empresário.

Os irmãos e primos de Morotescoski se dizem encantados. "Ficamos até emocionados pois encaramos como um presente. Ficamos muito felizes em ver a primeira neve de 2022", afirma Natacha Souza.

A família alugou uma casa em São Joaquim, onde permanece por mais um dia. "Vamos ficar até amanhã, meio dia, já que a principal previsão de neve vai ser para hoje à noite", fala o empresário.

​NEVE E CHUVA CONGELADA

O meteorologista Clovis Correa, do Epagri/Ciram, explica que a neve foi registrada nas cidades do Planalto Catarinense, próximo das serras. "Ela aparece na roupa, mas não chegou a armazenar. No entanto, ainda pode continuar caindo até a madrugada de quinta", diz, lembrando que, além da neve, houve chuva congelada.

"Ela desce e congela só quando chega na superfície. Vem como gotícula e vira gelo ao bater no solo. É diferente da neve, que já cai congelada, em flocos tão pequenos que chegam a flutuar", explica Correa.

A intensidade da neve é medida pela profundidade que acumula no solo. Com até dez centímetros é considerada moderada. Mais que isso, é forte. No Brasil, ela geralmente é leve. "Pode não acumular, só ficar em tecidos ou grama, e não tem como medir, pois é muito espaçada."

Com ventos que podem chegar a 100 km/h, há ainda a chance da chamada geada negra. "O frio congela a água dentro das plantas e a expande, podendo matá-la", afirma o meteorologista.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades