Celso de Mello suspende julgamento que poderia afastar Dallagnol da Lava Jato

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

17/08/2020 21h34 — em Brasil

Foto: Carlos Moura/SCO/STF

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), suspendeu, na noite desta segunda-feira (17), o julgamento de Deltan Dallagnol no CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), marcado para esta terça (18).

Ele concordou com a alegação do procurador da Lava Jato de Curitiba de que seu direito de defesa foi cercado. Deltan alegava que houve "diversos episódios de violação à ampla defesa".

O acórdão do procedimento administrativo instaurado contra ele teria sido publicado de forma incompleta, houve atropelo ao se marcar o julgamento antes de "finda a instrução, colhido o interrogatório e apresentadas as alegações finais", além de indeferidas providências por ele considerada críticas.

Deltan seria julgado em processos movidos pelos senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Katia Abreu (PP-TO), que o acusavam de parcialidade na condução da Operação Lava Jato, além de tentativas de interferência no processo político brasileiro.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil