‘Queria arrancar o coração dele depois de morto’, disse homicida de Manaus

Por Portal do Holanda

31/07/2015 12h30 — em Policial

Manaus/AM - "Queria arrancar o coração dele”. Foi o que disse em depoimento Rodrigo Cruz Reis, 18, o “Pimpolho” hoje (31) pela manhã na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). O homem é apontado como autor, juntamente com seu parceiro, Lucas Monteiro Ozório, 19, o “Naldo”, do assassinato de um jovem no dia 6 de julho, no João Paulo, zona Leste de Manaus. Não fosse o registro em vídeo desse depoimento, muitos custariam acreditar na atrocidade que a dupla foi capaz de fazer naquele dia. 

Mesmo se dizendo arrependidos, os dizeres no relato contradizem a visão que os suspeitos querem passar à sociedade.