Casos de tráfico de drogas lideram o disque-denúncia

Por

12/08/2012 20h41 — em Manaus

De janeiro a julho deste ano, a Secretaria de Segurança Pública   recebeu 3.376 comunicação de crimes  pelo Disque-Denúncia 181, telefone gratuito para o cidadão relatar o que tem ocorrido na sua comunidade, sem a exigência de se identificar, e ao mesmo tempo contribuir com as investigações das polícias Civil e Militar. As informações do  181 servem de base também para as ações da Força-Tarefa da SSP.

Do total de denúncias, cerca de 80% (2.699) são relacionadas com o tráfico de drogas, seguido pelos casos de violência doméstica e roubos e furtos. O mês de julho foi o que registrou o maior número de denúncias nos primeiros sete meses de 2012.

O secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital, disse que a contribuição da população pelo  181 tem sido importante ainda para apurar casos de corrupção de menores, foragidos da Justiça, maus tratos e tráfico de drogas. Ele ressalta que qualquer pessoa pode denunciar sem se identificar, tendo a garantia do sigilo.

Vital informou ainda que a Força-Tarefa SSP, formada por policiais civis e militares, tem dado prioridade aos casos de denúncias recebidas pelo 181, o que tem resultado na apreensão de drogas e na prisão de vários criminosos. "Um bom exemplo foi a prisão da quadrilha que atingiu o tenente-coronel Gonzaga. Prendemos todos em menos de uma semana, sem disparar um tiro, graças a boas informações do cidadão pelo 181", afirmou o secretário.

Na última quarta-feira, dia 8, a Força-Tarefa também apreendeu 50 quilos de droga no porto da feira da Panair, zona Sul.  A investigação começou com uma ligação para o Disque-Denúncia 181. A droga estava escondida em duas caixas de papelão, em um barco de linha que veio de Porto Velho. Com as duas pessoas presas foram encontrados ainda dinheiro, celulares e uma balança de precisão.

O titular da SSP, que tem os policiais da Força-Tarefa sob suas ordens diretas, disse que praticamente todos os dias são feitas prisões com as denúncias ao 181. "Isso é importante porque o cidadão está percebendo que sua participação é valiosa e que todas as denúncias serão investigadas. Confie na polícia que daremos a resposta", disse Vital.

Ele afirma que desde que assumiu a SSP, no final de outubro, as polícias Militar e Civil estão retirando das ruas quase 500 infratores por mês.
 

NULL