Caso Bruno: Macarrão condenado a 15 anos de prisão

Caso Bruno: Macarrão condenado a 15 anos de prisão

Por

24/11/2012 7h22 — em Brasil

Luiz Henrique Romão, o Macarrão, acusado do desaparecimento e morte de Eliza Samudio foi condenado a 15 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado e sequestro da vítima. Já a ex-amante do goleiro Bruno, Fernanda Castro Gomes, acusada de sequestro e cárcere privado da jovem e do filho dela, Bruninho, foi condenada pelos dois crimes e recebeu  a pena total de 5 anos, em regime aberto.

Macarrão respondia pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere privado e ocultação de cadáver. Pelo primeiro, ele recebeu a sentença de 20 anos, tendo a e pena reduzida para 12 anos, em razões de atenuantes. As penas por sequestro e cárcere privado equivalem a 3 anos. Macarrão foi inocentado da ocultação de cadáver.

A condenação aconteceu após a decisão da maioria dos jurados. A sentença foi lida pela juíza, Marixa Fabiane Lopes, pouco depois da meia- noite após uma hora e 40 minutos de deliberação do júri neste quinto dia de julgamento.

Acordo

A pena de Macarrão foi menor do que a esperada graças a um acordo fechado entre o réu e seus defensores com os advogados que trabalharam na acusação. Segundo José Arteiro, que também responde pela defesa da mãe de Eliza Samudio, a o compromisso foi "bom demais" para Romão

Fonte :R7.com

+ Brasil