Siga o Portal do Holanda

Após denúncia

Wilson volta atrás e revoga aumento de 225% nos salários de servidores no Amazonas

Publicado

em

Foto: Pedro Braga Jr. / Portal do Holanda Foto: Pedro Braga Jr. / Portal do Holanda
Foto: Pedro Braga Jr. / Portal do Holanda

Manaus/AM - O governador do Amazonas Wilson Lima anunciou, na manhã desta quinta-feira (9), a revogação do dispositivo da Lei Delegada 122/2019, que alterou remuneração de secretários executivos e secretários executivos adjuntos, e cargos equivalentes. A revogação, disse, é um reconhecimento do Governo de que é necessário manter medidas de austeridade para recuperação sustentável do equilíbrio das contas estaduais.

A decisão foi tomada, segundo o governador, após conversas com a base aliada, técnicos de governo e com a população em redes sociais.

“Em nenhum momento houve ilegalidade na mudança do critério de remuneração, não houve aumento na folha de pagamentos, mas decidimos dar um passo atrás, conversando pessoalmente os deputados da base aliada, com as pessoas nas minhas redes sociais. Entendemos que continuamos no processo de austeridade e, por isso, o aumento está revogado”.

Ameaça de deputados 

A notícia do reajuste de 225% surgiu após denúncia dos deputados Wilker Barreto (Podemos) e Dermilson Chagas (PP). Ambos relataram que o aumento aos servidores do alto escalão do governo do Amazonas, como secretários e diretores de autarquias, representaria um gasto a mais de R$ 1,8 milhão na folha do Estado. Algo no entorno de R$ 25 milhões de gasto a mais por ano, com salário de pouco mais de 140 servidores. 

Ambos ameaçaram entrar com um processo contra a iniciativa do governo do Amazonas. 

O medo e a morte estão no ar

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.