Siga o Portal do Holanda

Serviço público

Semsa presta assistência à saúde no lago do Puraquequara, em Manaus

Publicado

em

A combinação de dedicação, conhecimento e laços sólidos dos servidores da Unidade Básica de Saúde (UBS) Platão Araújo, da Prefeitura de Manaus, com a comunidade do Lago do Puraquequara, na zona Leste, se tornou referência no trabalho do Sistema Único de Saúde (SUS), realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) na capital amazonense. Os atendimentos a moradores das áreas urbana e ribeirinha mostram que a atenção integral à saúde é uma realidade possível e transformadora, quando feita com amor e senso de comunidade. 

“Avançamos muito na qualidade dos servidos de saúde oferecidos pelo município nos últimos anos. Novas unidades, mais serviços e, claro, que tudo isso só se torna possível com a dedicação dos servidores da Semsa. Agradeço o empenho de cada um deles que têm contribuído para levarmos mais qualidade no atendimento ao povo de Manaus”, destaca o prefeito Arthur Virgílio Neto. 

A serviço há 17 anos

Médico da UBS Platão Araújo, Alexandre David Júnior conta que já está há pelo menos 17 anos na unidade, tanto que já atende a segunda geração de usuários da UBS. “Conheço os moradores dessa área desde pequenos, quando vieram se consultar comigo pela primeira vez. Agora, os meninos e meninas cresceram e eu estou cuidando da gravidez e dos filhos deles”, lembra. 

Entre os projetos desenvolvidos na comunidade está o “Alegria de Viver”, que acontece todas as quartas e sextas-feiras. Nele, a equipe da UBS convida os idosos que moram nas imediações para uma série de atividades de promoção da saúde. “Também tivemos, recentemente, o ‘Amigos da Natureza’, por meio do qual a equipe, junto a lideranças comunitárias, realizou uma grande coleta de resíduos nas ruas do bairro”, conta a diretora da UBS.

Atendimento a ribeirinhos

Localizada no bairro Puraquequara, a Platão Araújo foi construída próximo ao lago que dá nome ao bairro, onde existem várias comunidades de ribeirinhos. De forma diferenciada das outras Unidades Básicas de Saúde de Manaus, a ‘Platão’ oferece atendimento a dois públicos: o urbano, que mora nas ruas e quadras próximas à unidade, e o ribeirinho, aquele que habita os vários assentamentos ao longo da extensão do lago.

Mas o diferencial é a oferta de ações de saúde para a população ribeirinha moradora do lago. Todas as terças-feiras, a prioridade dos atendimentos na unidade é para esse público: consultas médicas, de enfermagem e odontologia, procedimentos como nebulização e vacina, são voltados a quem precisou se deslocar até a área urbana para recebê-los.

Às quartas-feiras, dois agentes comunitários de saúde (ACSs), que também têm uma longa história na unidade por serem moradores do local – Maria Raimunda Matos e Raimundo Cavalcante dos Santos –, juntamente com a enfermeira da UBS, Rilzabete Souza, embarcam na lancha usada pelo setor de Controle de Endemias para percorrer as comunidades e levar medicamentos aos ribeirinhos.

Facções criminosas com poder de influenciar eleição para prefeito de Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.