Racha entre Zé Roberto e João Branco motivou massacres em presídios do Amazonas

Por Portal do Holanda

28/05/2019 11h28 — em Amazonas

Foto: Divulgação

Manaus/AM - Os massacres das últimas 48 horas em presídios de Manaus foram motivados por uma disputa entre líderes da facção Família do Norte (FDN), de acordo com informação obtida pelo jornal Estado de S.Paulo, junto ao governo do Amazonas. Mesmo detidos em presídios federais, José Roberto Barbosa, o Zé Roberto da Compensa, e João Pinto Carioca, João Branco, estaríam lutando pelo comando do grupo.

A FDN é reconhecida como a terceira maior facção do País, tendo o controle do tráfico de drogas na região amazônica. Zé Roberto é o líder da FDN e João Branco deixou a facção e entrou no Comando Vermelho (CV), que agora tenta assumir o domínio de sua ex-facção.

O racha ocorreu devido a intenção de João Branco de liderar parte da facção, mas o pedido foi negado por Zé Roberto. 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) ainda não reconhece de forma oficial esta motivação para os massacres dos últimos dois dias. 

 


+ Amazonas