Defesa de Sotero ataca OAB e MP ao apresentar provas um dia antes de julgamento em Manaus

Por Portal do Holanda

26/11/2019 21h38 — em Amazonas

Foto: Portal do Holanda / Caio Guarlotte

Manaus/AM - Os advogados de defesa do delegado Gustavo Sotero, acusado de matar o advogado Wilson Justo Filho, em novembro de 2017 no Porão do Alemão, apresentaram na tarde desta terça-feira (26), provas inéditas que devem ser usadas durante o julgamento acusado, que acontecerá nesta quarta-feira (27), no Fórum Ministro Henoch Reis, zona Sul.

A defesa diz que há uma “orquestração” por parte da OAB, para que Sotero seja condenado e que existem muitas controvérsias nos depoimentos de Alexandre Mascarenhas. Quanto ao Ministério Público do Amazonas, a defesa alega que foi instaurada uma denúncia sem laudo pericial.

O julgamento de Gustavo Sotero pela morte do Advogado Wilson Justo Filho, inicia nesta quarta-feira e tem previsão para ser encerrado na sexta-feira (26). Sobre as acusações, a Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas informou que respeita as estratégias da defesa e espera que a Justiça seja feita pelo júri.