Siga o Portal do Holanda

Desaparecida por 18 dias

Abalada, menina Sádia estava com fome e foi sozinha até a polícia

Publicado

em

Foto: Caio Guarlotte / Portal do Holanda Foto: Caio Guarlotte / Portal do Holanda
Foto: Caio Guarlotte / Portal do Holanda

Manaus/AM -  Sádia Reis Barros, de 11 anos, que foi encontrada na noite desta sexta-feira (4) na avenida Margarita, bairro Nova Cidade, após ser dada como desaparecida desde o dia 16 de setembro, estava andando rumo à entrada da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom)  quando foi reconhecida por policiais militares. 

De acordo com o soldado Bruno Everson, a equipe estava voltando de uma ocorrência quando avistou a menina entrando na Cicom. "Reconhecemos parcialmente o rosto dela. [...] Perguntamos o que ela queria e ela falou que queria água e estava com fome, aí demos água, compramos um lanche e demos pra ela. Foi quando eu perguntei o nome dela e consultei via CIOPS. Aí foi constatado que ela era a criança desaparecida do Monte Horebe. E iniciou-se uma breve conversa e ela falou que ela era que tava desaparecida". 

Sobre o seu paradeiro durante os 17 dias que passou desaparecida, a menina falou apenas alguns detalhes: "Ela não falou muita coisa, ela tava meio desnorteada. O pouco que falou, disse que ficou na casa de uma mulher, depois na casa de uma outra, que tava num apartamento, mas não sabe informar nomes.", disse o policial, que acredita que o apartamento em que ela estava seja no Viver Melhor.  

Fotos: Caio Guarlotte / Portal do Holanda

Segundo o soldado, a garota não informou o motivo de ter ido procurar justamente a polícia: "Ela só chegou pedindo água e comida. Como ela tá meio desnorteada, tava muito recolhida e nós para preservá-la, por ser criança, não pressionamos, não ficamos fazendo muitas perguntas, só onde ela estava, se foi maltratada. E aparentemente, ela não foi lesionada".

Ainda conforme a polícia, a menina estava abalada e deu informações desencontradas sobre o paradeiro do seu padrasto, Leilson de Souza Marinho, 35, mas confirmou que ele foi sequestrado. 

A menina foi conduzida à  Delegacia Especializada Em Proteção Á Criança e Ao Adolescente, onde deve passar por exames para verificar se sofreu algum abuso, e também prestar um depoimento sobre o caso.

Leilson de Souza Marinho ainda não foi encontrado e as buscas estão sendo realizadas com ajuda da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães). 


Fotos: Caio Guarlotte / Portal do Holanda

 

Fametro compra um grande problema

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.